O período de parada do equipamento, informado exclusivamente através das ordens de serviço, é um dado crucial para o cálculo dos indicadores, afetando diretamente os seguintes indicadores:

Para os indicadores de MTBF e MTTR, quando não há a informação do período de parada, o tempo em falha/reparo é determinado pela soma de horas reportadas em mãos de obra em cada ordem de serviço, neste caso a data e hora início do primeiro apontamento até a data e hora fim do último apontamento (suas extremidades).

Também é importante mencionar, exclusivamente para os indicadores de disponibilidade e confiabilidade, de que quando não houver períodos de parada informados dentro do período de cálculo, o Keepfy realiza o cálculo da mesma forma, porém não será possível determinar que houveram paradas do equipamento no período, o que deve resultar em um índice elevado do indicador.

Encontrou a sua resposta?