O indicador de MTBF (Mean Time Between Failures), tem por objetivo apresentar o tempo médio que um determinado equipamento está em bom funcionamento de operação.


FORMA DE CÁLCULO

No Keepfy, o MTBF é calculado a partir das seguintes variáveis:

  • Tempo Total de Operação entre Falhas: com base no turno de operação cadastrado para o equipamento, se realiza uma busca para encontrar o tempo de operação entre as falhas (ordens de serviço corretivas finalizadas) verificadas no período;
  • Número de Ordens de Serviço Corretivas: quantidade de ordens de serviço corretivas finalizadas dentro do período.

O cálculo do indicador se utiliza de parâmetros padronizados. O MTBF é calculado utilizando por base a data de criação do equipamento até a data atual de cálculo, sendo o processamento realizado diariamente pelos servidores nas primeiras horas do dia. Outro momento em que o indicador é atualizado é na finalização de uma ordem de serviço.

Com o período definido é preciso identificar o tempo total de operação entre falhas. Para isso, o sistema começa a contar as horas, baseado no turno de operação do equipamento, a partir da data e hora final da mão de obra ou parada reportada para a primeira ordem de serviço corretiva finalizada. Após isso, cada intervalo entre o fim e inicio de uma ordem de serviço corretiva é considerado como um tempo de operação do equipamento em bom funcionamento, baseando-se sempre no turno de operação cadastrado para o equipamento. O último período de tempo de operação é dado entre o final da penúltima ordem de serviço corretiva até o início da última ordem de serviço.

A partir desses valores, aplica-se a fórmula:

EXEMPLO DE CÁLCULO

Cenário 1

  • Equipamento: AC1006;
  • Turno de Operação: 8 Horas (segunda a sexta-feira, das 08 às 12 e 13 às 17 horas);
  • Data e Hora de Criação: 01/09/2019 08:40;
  • Data e Hora de execução do cálculo: 02/10/2019 00:00.

Relação de ordens de serviço corretivas identificando a data e hora inicio e fim respectivamente para cada ordem de serviço:

  • OS 000001: 05/09/2019 08:00 | 05/09/2019 09:00 - Tempo de reparo: 1 hora;
  • OS 000002: 10/09/2019 13:20 | 10/09/2019 16:30 - Tempo de reparo: 3,17 horas;
  • OS 000003: 15/09/2019 13:00 | 15/09/2019 14:00 - Tempo de reparo: 1 hora;
  • OS 000004: 25/09/2019 15:00 | 25/09/2019 18:00 - Tempo de reparo: 3 horas;
  1. O primeiro período de operação deve ser desconsiderado, sendo da data de criação do equipamento até a primeira ordem de serviço;
  2. Calcula-se, com base no calendário, o tempo de operação entre o final da primeira O.S. até o inicio da segunda. Resulta-se em 27,33 h;
  3. Para os próximos períodos entre ordens de serviço encontram-se os valores de 24,5 horas entre a OS 000002 e 000003 e 62 h entre a OS 000003 e 000004;
  4. Desconsidera-se o último período, entre a data e hora final da última ordem de serviço até a data e hora de execução do cálculo;
  5. Soma-se o tempo total do período, resultando-se em 113,83 h;

Aplicando os valores na fórmula ( 113,83 / 4 ) encontra-se o MTBF de 28,46 horas, que é arredondando para 28,5 horas para apresentação no dashboard do equipamento.


APRESENTAÇÃO DO INDICADOR

O indicador MTBF pode ser visualizado no dashboard da tela inicial e também na visualização do equipamento. No dashboard é possível visualizar de forma agrupada por criticidade ou por grupo de equipamentos da filial, nesse caso listando do grupo de menor MTBF para o de maior.

Na visualização do equipamento é possível observar o MTBF individualmente para cada equipamento.

MTBF na página inicial:

Ao selecionar algum grupo ou criticidade, é possível ainda visualizar um detalhamento com a lista dos equipamentos relacionados.

MTBF na visualização do equipamento:

Encontrou a sua resposta?